Ana Doce Bem Casados

Conhecendo / Doces e Bem-casados

20161104_132437

Na semana passada tive o prazer de conhecer a simpática Alliana, proprietária da Ana Doce Bem Casados, e seu trabalho na confecção desse doce já tradicional nos casamentos. Nos encontramos na Padaria Colonial e ela levou pra mim uma sacolinha linda, com folders e uma caixinha para eu degustar 6 sabores diferentes. Claro que comi todos e o primeiro que provei foi o de baba de moça, um dos meus preferidos. Neste post, conto para vocês um pouco de sua trajetória e também apresento a minha resenha sobre os seus bem casados, a primeira resenha do blog!

Há 3 anos, por influência de minha cunhada, comecei a fazer bem casados em Três, Rios, onde moro, e me encantei. Na época não havia em minha cidade tanta oferta desse doce. Fiz bastante pesquisa até chegar ao que se espera de um verdadeiro e ideal bem casado. Também quis apresentá-lo de forma elegante na sua embalagem, sem que para isso a minha opção mais simples onerasse o produto e cheguei ao resultado: embalagem transparente envolta em um bonito lacinho, o que inspira a quem vê querer provar o doce. Mas confecciono qualquer tipo de embalagem, de acordo com a proposta da decoração do evento e o gosto do cliente.

Busco sempre trazer novidades nos sabores, sem deixar de lado os mais tradicionais (doce de leite, baba de moça e nozes). Também busco adequar o recheio ao gosto dos noivos, como um bem casado desenvolvido para um casal apaixonado por torta de limão: fiz o recheio de brigadeiro branco com um leve toque de raspinhas de limão e o resultado foi maravilhoso. Lancei recentemente o bem casado de churros, com leve toque de canela em pó, o que deixou o doce com um visual  bem interessante e bonito. Este é um dos sabores que mais faço, junto com o tradicional doce de leite.

Hoje em dia fazemos o doce para todas as festividades, desde nascimentos, formaturas, até aniversários. O mínimo para encomendas são 30 bem casados. Atendemos a toda região serrana, também ao Grande Rio e podemos atender a cidades de outras localidades.

20161104_131940

 

Resenha

dsc_0006

dsc_0011

dsc_0014

  • Embalagem: Sua embalagem mais simples é o plástico transparente (celofane grosso), com fita de cetim. O visual realmente fica lindo e valoriza o produto e, realmente, fez com que eu quisesse comer todos!
  • Formato: Bem redondinho, com superfície retinha. Mais ou menos 2 centímetros de altura, com 5 centímetros de diâmetro. Todos eles são bem uniformes, o que deixa a organização na caixinha e na mesa bem bonita.
  • Massa: Não tem cheiro e nem gosto de ovo! Delicada e sem jeitão de bolo. Gostei mais da massa no dia seguinte,  que ficou com as bordinhas um pouco umidificadas pela calda e dissolvendo na boca.
  • Calda de açúcar: Bem fininha, mais visível em cima. Doce na medida certa.
  • Recheio: Pouco mais de 0,5 cm de recheio, o que faz com que haja um equilíbrio de sabor e textura entre massa e recheio. Analisando cada um deles:

1. Baba de moça: bem delicado e amarelinho, com o sabor do coco bem suave.

2. Doce de leite: leite condensado cozido até ficar com cor de caramelo. Menos doce que um doce de leite tradicional.

3. Nozes: com leite condensado. No ponto para quem não ama nozes, o sabor é suave.

4. Amendoim: com leite condensado. Não faz lembrar cajuzinho, nem paçoca. É para amantes de amendoim.

5. Brigadeiro: Parece bastante brigadeiro belga, não tem gosto de achocolatado. Um dos melhores.

6. Churros: Recheio de doce de leite. Com a presença leve de canela. Muito cheiroso e, apesar de lembrar bem o churros, continua sendo um bem casado. Comeria muitos, mesmo!

dsc_0015

20161104_132006

Lindos e de comer rezando

2 Comentários em Ana Doce Bem Casados

  1. Alliana • EM 22/11/2016

    Muito obrigada Natália!!!!
    Abraços,
    Alliana

    • Natalia da Costa
      Natalia da Costa • EM 23/11/2016

      De nada, Alliana! Seus bem-casados são realmente um delícia!