Como casar em Petrópolis – II

Inspirando / Preparativos

como-casar-em-petropolis-ii

No segundo post do nosso especial do mês sobre planejamento temos a honra de ter a Vívian Lahr, da M Eventos, falando pra gente!

Ela traz para nós 10 elementos que as noivas precisam dar atenção para uma boa organização do casamento, que iremos apresentar em dois posts. Veremos hoje os 5 mais essenciais, segundo a sua experiência de 13 anos à frente de organização de eventos.

1. O que você quer

Uma das primeiras coisas a se entender é o que você quer. A resposta a essa pergunta pode abrir “n” tópicos: casar na igreja, casar na casa de festas fazendo o casamento civil lá, um casamento ao ar livre num jardim, um salão de festas porque não se faz questão de jardim. Dia ou noite? “Ah, quero casar de noite porque quero uma festa tipo boate para dançar até o sol raiar”, ou “quero casar  de dia no campo e servir um brunch”… É preciso pensar na forma de celebração e festa, onde e quando.

2. Rascunhar a lista de convidados

Realmente é uma das primeiras coisas a se fazer, para ter ideia do tamanho que o casamento vai ter. E é um rascunho mesmo. Essencial para o próximo passo.

3. Orçamento prévio

Esse também é um rascunho. É um passo que eu gosto muito de fazer quando recebo os noivos. É preciso saber o que você quer, do tamanho que se quer e se cabe no seu bolso. E, dependendo do que esse rascunho lhe trouxer, ajustar o sonho. “Puxa, eu tinha pensado em fazer um casamentão numa casa de festa, com boate, mas não vai dar, vamos fazer um casamento no campo para durar apenas duas horas”. Ou, “não vamos casar na igreja, vamos fazer tudo no local da festa para concentrar as flores num lugar só e economizar”… Então você pode adaptar de acordo com esse orçamento preliminar. Mas é preliminar mesmo, porque você não vai conseguir em pouco tempo pegar o preço exato de todos os serviços que você quer. É só para se ter uma ideia e tomar a decisão do caminho escolhido.

4. Procurar um cerimonial

Ter uma cerimonialista que você se identifique e que confie de verdade. O cerimonial é um serviço de muita confiança, e ela vai te apoiar em muitas coisas até o dia do seu casamento, seja assessoria completa ou só o cerimonial do dia. Ela tem estar do seu lado sempre que precisar, tê-la como referência. É importante os noivos contratarem um cerimonial logo de cara. No mundo ideal a gente sempre deveria procurar um profissional da área sempre, antes de qualquer ação. Nem que seja para orientação. É muito importante os noivos conversarem com uma cerimonialista antes das decisões. No papo inicial com os noivos costumo conversar por duas horas, para que todas as dúvidas e ideias se transformem em certezas. Independente se vai contratar a assessoria completa ou não. Independente se irá me contratar ou não. Um papo inicial com o cerimonialista vai abrir a cabeça deles para “n” assuntos e detalhes que antes não faziam ideia e vai ajudá-los a tomar decisões acertadas. Muitos vão sair da reunião com certezas, como fazer isso ou aquilo, casar de uma determinada forma, num determinado local, contratar ou não uma cerimonialista… Muitos vão sair daqui e não vão voltar, mas prefiro que eles sejam felizes na decisão do que a pessoa se iludir achando que o casamento é uma coisa, e mais para frente vai ficar arrasada e decepcionada. 

5. Escolha do local

Pode ser desde a casa de campo, a casa de alguém, a casa de festa, o clube… Mas é importante observar algumas coisas antes: Qual é a estrutura que o lugar tem? O espaço é suficiente? Porque se você não tem estrutura adequada de banheiro para o seu número de convidados, se não se tem o tamanho adequando de cozinha para o buffet trabalhar, se não se tem uma estrutura coberta para receber aquele determinado número de pessoas… Isso tudo vai te trazer um custo maior do que aquele que você estava pensando inicialmente. Aí você esbarra em questões como “Ah, vou fazer lá em casa porque tenho um gramado lindo!” Mas fazer um almoço para 15 pessoas é uma coisa, uma festa para 150 é outra. E se chover e você não tiver um espaço para acomodar seus convidados? Estrutura é essencial. Ela vai ditar o quanto você vai ter que gastar para poder fazer o seu casamento. 

Se for numa casa de festa? Ótimo! Ela já tem estrutura de cobertura, banheiro, cozinha… O que você precisa observar: o que essa casa vai exigir de contratação e de decoração. Tem casa que vai te oferecer facilidades como cadeiras, mesas, serviço de limpeza de banheiro, estacionamento, orientador de estacionamento, segurança… E tem casa que não vai te oferecer nada disso, vai locar o espaço e você entra com todo o restante. São serviços secundários, como limpeza, profissional para orientar o estacionamento, segurança, que às vezes as noivas não se dão conta que precisam de existir. Tem casa que não tem suporte elétrico suficiente para o tipo de iluminação que você quer, tem casa que não pode pregar nada na parede, que tem o pé direito baixo…

Se você é uma noiva clássica e a casa é rústica, ou vice-versa, certamente você vai gastar um pouco mais para transformar o espaço para o estilo que você quer. E a decoração normalmente é o maior gasto do casamento. Decoração não é um único serviço, são “n” serviços agregados. Algumas noivas acham que o mais caro é buffet e é fácil gastar muito com decoração, principalmente por conta da moda, da facilidade que se tem hoje em dia com a internet de saber as tendências, e a noiva acaba querendo tudo e do melhor. É importante saber disso para não tomar susto. Escolher bem o espaço ajuda muito nesse controle.

2 Comentários em Como casar em Petrópolis – II

  1. Ivaneide Henrique • EM 24/09/2016

    Oi Naty!

    Adoro suas ousadias rsrs

    Siga em frente que em tudo Deus providenciará.
    Bjssss

    • Natalia da Costa
      Natalia da Costa • EM 24/09/2016

      Obrigada! Beijos!